Corrida sem dor e com prazer

Você está começando a correr, mas as dores no corpo o impedem de prosseguir?

Isso acontece com muita freqüência. Entenda por quê.

As pessoas começam a correr, motivadas por inúmeras coisas, como: vontade de emagrecer, necessidade de se condicionar, por que é barato ou prático. Enfim, são vários os motivos, mas este começo não é fácil. Os músculos do nosso corpo doem e aquele prazer que todos dizem sentir, não passa nem perto.

Ao correr, você precisa prestar atenção em alguns sinais do seu corpo, na sua postura, pois isso irá amenizar as dores e ajudá-lo a chegar a tão sonhada fase do prazer. Veja alguns exemplos.

Os movimentos dos seus braços devem ser COORDENADOS com os das pernas e devem ser para frente e para trás logo ao lado do corpo e não cruzando a sua frente, pois isso pode provocar rotação indesejada de tronco e, conseqüente lesão na linha de cintura.

A postura deve ser ereta durante TODO o treino, principalmente quando você estiver cansado. Isso garante um menor gasto energético e evita lesões. Para que isto aconteça, mantenha seu abdômen contraído SEMPRE. 

Um sinal importante do nosso corpo é o barulho da passada ao correr, pois esta deve ser SILENCIOSA. Caso isso não esteja acontecendo, provavelmente seu abdômen deve estar relaxado, aumentando a sobrecarga nas articulações. Uma passada silenciosa é sinal de leveza, de controle de tronco, de abdômen contraído.  Preste atenção nisso.

Se tiver difícil manter-se ereto e leve, procure diminuir o ritmo e o tempo de treino, por que é provável que você esteja extrapolando. FIQUE ATENTO.

Outra coisa é o posicionamento do tronco nas subidas e descidas. Na descida, ele deve estar LEVEMENTE inclinado para trás, já no plano e na subida, ele deve estar levemente para frente, sendo que na última, a inclinação fica mais evidente, mas não é para beijar o joelho, certo?

Outra região para se ter atenção é o quadril, ele também deve permanecer ESTÁVEL, sem muito requebrar ou rodar. Procure manter o quadril parado. Estes movimentos inadequados de quadril podem gerar dor e limitação nesta área e diminuir sua “performance”.

Procure fazer alongamentos SEMPRE e não se esqueça que o fortalecimento muscular é um ótimo exercício COMPLEMENTAR. Você pode eleger qualquer atividade que preconize este trabalho, como: Pilates, Ginástica Funcional, Musculação, Ginástica Localizada, Hidroginástica, entre outros. São muitas as possibilidades, mas é necessário entender que fortalecer os músculos é uma ótima maneira de evitar lesões.

Fique atento aos sinais do seu corpo, respeite seu ritmo, não o force demais, que assim você vai construir a força necessária para permanecer em treino sem lesão e conseguir atingir o prazer.

BONS TREINOS!!!!

Ft. Ana Paula Pessanha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s