Algumas dicas para quem tem dor no ombro

Não é só a coluna vertebral que sofre com dores que limitam as atividades de vida diária. Uma queixa bastante relevante no consultório são as dores nos ombros.

Na verdade, muitas vezes as pessoas chamam de dor nos ombros o que corresponde a dores na região torácica da coluna vertebral ou dorso. Mas em outras vezes o que dói é realmente a articulação do ombro.

Explicando de forma bem simples, podemos dizer que estas regiões se relacionam e que é bastante provável que uma queixa de membros superiores provoque também dores na região superior das costas e pescoço e que as queixas da região torácica da coluna vertebral interfiram na realização dos movimentos dos braços.

Um tronco forte, com músculos equilibrados permitirá que os movimentos dos braços aconteçam com amplitude de movimento completa. No entanto, apesar de complementares, os movimentos de braços e coluna vertebral podem ser realizados de forma independente e devemos ficar atentos às compensações durante os exercícios ou mesmo nos movimentos corriqueiros como carregar objetos ou fazer exercício na academia.

As lesões de ombro podem ter diversas causas sendo as mais comuns, os traumas e os movimentos repetitivos.

Excesso de esforço com o braço, pouco tempo de descanso e cargas muito pesadas desproporcionais à força do indivíduo podem favorecer estas lesões.

Sem dúvida, a postura e biomecânica corporal também irão interferir e diferenciar cada caso.

Mas, podemos listar algumas orientações e cuidados gerais que podem evitar desconfortos e amenizar as dores:

1)      Evite movimentos com o ombro acima de 90 graus, principalmente de estiver carregando objetos pesados. Neste caso, aproxime ao máximo os objetos do corpo e ao passar dos 90 graus rode suas mãos para fora. Isto irá favorecer a biomecânica normal da articulação.

2)      Não carregue bolsas muito pesadas em um lado só do corpo. Procure arrumar sua bolsa com freqüência para retirar objetos desnecessários. Se precisar carregar mais peso use a bolsa atravessada no tronco ou use mochilas.

3)      Se você utiliza seu braço por muitas horas ao longo do dia, procure fazer pausas breves para descansar antes de surgir fadiga. Procure treinar o lado não dominante para que você não sobrecarregue apenas um lado do corpo.

4)      Se você utiliza o computador, apóie as costas na cadeira e os braços na mesa (ou nos braços da cadeira). Ao sustentar o tronco e os braços você reduz a tensão dos ombros.

5)      Ao deitar-se de lado para dormir, verifique se o seu travesseiro preenche o espaço existente entre seu ombro e sua cabeça. Se você já possui uma lesão, deite sobre o lado oposto e apóie seu braço lesado sobre um travesseiro ou almofada.

6)      Faça exercícios com cautela e observe as orientações e correções de seu instrutor. O exercício feito de forma incorreta pode ser muito pior do que não fazer exercício.

7)      Alongue e relaxe seus músculos. Solte os braços ao lado do corpo e tente alcançar seus dedos no chão, aumentando o espaço entre suas orelhas e seus ombros. Circule seus ombros para frente e para trás várias vezes. Estes movimentos simples podem ser feitos até mesmo no escritório.

8)      E por fim não se esqueça de respirar, principalmente de expirar. Procure suspirar algumas vezes ao longo dia. Isso irá eliminar algumas tensões evitando que elas si instalem nos seus ombros.

Lembre-se de prestar atenção em você mesmo. Os sinais de cansaço devem ser respeitados, assim como suas emoções. Nosso corpo pode suportar muita coisa antes de você achar que tem a necessidade de parar. Mas, além de não ser prudente, isso trará conseqüências que não valerão a pena.

Pense nisso!

Karina Santaella

Anúncios

3 Respostas para “Algumas dicas para quem tem dor no ombro

  1. Olá, tenho um problema de frouxidão no ombro. O mesmo já saiu varias vezes do lugar e fiz até uma atroscopia nele. Como eu faço artes marciais como jiu jitsu e muai thay geralmente o ombro tende da uns estralos e fica por uma ou duas semanas inflamado. O que posso fazer para evitar esse tipo de lesão e como posso deixa-lo forte para que ele possa suportar os treinos de artes marciais.

    • Ola Diego, tudo bem?

      O ideal a fazer é passar em um médico de sua confiança para verificar se seu problema no ombro é mesmo e só a frouxidão ligamentar.
      Uma vez feito isso, você deve começar um tratamento fisioterápico para sua completa reabilitação.
      Como a sua atividade envolve certos choques, será necessário estabilizar a articulação, por meio de um fortalecimento específico e eficiente das musculaturas envolvidas.
      Portanto, vale a pena procurar um fisioterapeuta capacitado e especializado.
      Estamos a disposição!
      Entre em contato em fisiostudio@hotmail.com.br (exista o br no final), ou pelo tel. (11) 5182-8435.
      Abraços, Ft. Ana Paula Pessanha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s