Será que o Pilates promove o fortalecimento muscular?

Muito tem se escrito e falado sobre Pilates, mas algumas coisas ainda geram dúvidas. Questionam se é ou não um recurso de fortalecimento muscular ou se é apenas um recurso para ter uma boa postura e alongar o corpo.

E você, o que pensa disso? Você sabe o que é Pilates?

O Pilates é uma técnica de exercícios físicos que prioriza a proteção da coluna, busca o alinhamento e simetria do corpo, fortalece o “core” e alonga os músculos. Respeita a individualidade de seus adeptos, mesmo quando é feito em grupos. E procura construir a força adequada de maneira gradativa para realização de seus movimentos. Tem sido indicado cada vez mais por médicos que buscam melhorar a qualidade de vida de seus pacientes, além de evitar lesões articulares e/ou reabilitar doenças musculoesqueléticas.

Até aí tudo bem?

Atualmente discute-se se o Pilates é capaz de fortalecer efetivamente os músculos por meio de seus exercícios ou se é apenas um exercício de alongamento.

O Pilates, tanto quanto a ginástica funcional, a localizada, a yoga e a musculação (em aparelhos ou peso livre) proporcionam um fortalecimento eficaz dos músculos sim.

Só é necessário deixar claro quais são os seus objetivos com este trabalho muscular.

Se você quer hipertrofia, vai precisar priorizar carga máxima com poucas repetições e esta especificidade é mais facilmente atingida nos aparelhos de musculação. Além do mais, o alongamento muscular para esta finalidade não é bem visto e a postura é modificada pelo seu encurtamento.

Ainda com objetivo de hipertrofiar, você pode utilizar os pesos livres, mas estes exigirão mais das articulações, já que desafiam muito mais a organização do tronco e amplitude de movimentos na sua execução.

Por outro lado, se você busca a definição muscular com ganho de força, proteção contra lesão e melhora da “performance”, todos os outros recursos citados acima podem te ajudar.

Já é sabido que o peso livre, quando comparado aos aparelhos de musculação, é capaz de promover ganho de força igual ou maior e ainda tem algumas vantagens, como o estímulo à correção postural e melhora da amplitude articular.

No Pilates, o desafio para ganho de força vem do próprio corpo, do uso de molas, dos acessórios externos e também dos pesos livres. Desta forma, fica claro que é possível fortalecer músculos por meio do Pilates.

A diferença mais importante entre ele e os outros métodos, é que o Pilates se preocupa prioritariamente com a qualidade de execução dos movimentos, com a postura e a respiração, o que desafia o “core” e o equilíbrio o tempo todo, e ainda faz tudo isso com o corpo em alongamento para deixa-lo mais leve e fluido.

Resumindo, o Pilates consegue reunir um ótimo trabalho postural, evita lesões, alonga o corpo como um todo e fortalece gradativamente os músculos tanto em busca de definição quanto de estabilização. Assim, o Pilates é mais completo! Basta definir os seus objetivos com seu instrutor e bons treinos!!!

Ft. Ana Paula Pessanha.

Anúncios

2 Respostas para “Será que o Pilates promove o fortalecimento muscular?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s