Tecidos tecnológicos a serviço do atleta.

Em plena SPFW, nada mais adequado que falar de moda esportiva, tecidos tecnológicos e performance, não acha?

Pois bem? O que é um tecido tecnológico?

São tecidos fabricados com fibras sintéticas, em tramas específicas, que visam a melhor absorção de calor, leveza do material, compressão de partes específicas do corpo, ação contra as bactérias, proteção UVA e UVB e melhora de performance, entre outras.

A fabricação destes tecidos tem crescido muito ultimamente, especialmente no meio esportivo mundo a fora.

Existe uma preocupação estética sim, mas secundária, pois o objetivo principal é com o conforto e ganho de desempenho dos atletas.

Recentemente, a CEMAFE-UNIFESP (Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte, vinculado à Universidade Federal de São Paulo), em parceria com a tecelagem Santa Constância (maior fabricante nacional de tecidos tecnológicos) realizou o Teste da Camiseta Inteligente – o IShirt Test, que comprovou que estes tecidos podem colaborar com a melhora de performance do atleta.

“O atleta pode melhorar sua performance com camisetas que tenham conforto térmico e evitar fadiga muscular, câimbras e até alguns tipos de lesões, com macaquinhos, bermudas ou leggings com tecidos de compressão adequadas.” Luca Pascolato para Mundotri.com

“As roupas de práticas esportivas tem peças que protegem contra os raios ultravioletas e que ajudam a tratar a celulite.” Fernanda Sartori Fernandes em portaisdamoda.com.br

Existem já no mercado tecidos como o Aqualight, desenvolvido pela Osklen, que se propõem a reduzir o atrito, facilitando os movimentos em esportes aquáticos. Assim como o Dry lite, que garante a evaporação rápida do suor, ajudando a manter o corpo seco. Alguns tecidos são feitos com nanopartículas de prata e buscam a diminuição do mau cheiro causada pelas bactérias. Outros se basearam na aerodinâmica dos tubarões para diminuírem o atrito e melhorarem a velocidade de nadadores. E se tiver aplicação de Teflon, este resultado pode ser ainda melhor (redemodaspot.com).

“O projeto Mover, da design Jennifer Darmour, apresentado na conferência Wearable Technologies, nos Estados Unidos, mostrou uma roupa com sensores embutidos que ajuda a melhorar a postura durante a execução de movimentos.” Karine César editora-chefe da Revista Corpo a Corpo, na revista número 286.

Muito se tem feito para melhorar o desempenho de atletas profissionais ou amadores, mas muito ainda precisa ser comprovado cientificamente.

Fique atento.

Perceba-se

Ft. Ana Paula Pessanha

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s