A Osteoporose e o Pilates

exerciseA Osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição da resistência óssea aumentando a fragilidade óssea e o risco de fraturas.

É mais comum em mulheres no período pós menopausa, fase que ocorre uma diminuição do estrogênio que é naturalmente um protetor do osso.

Após os 65 anos tanto homens como mulheres estão susceptíveis à doença e, com o envelhecimento gradual da população brasileira, isso passa a ser uma grande preocupação de saúde pública.

É uma doença silenciosa, já que seus sintomas não são perceptíveis até que aconteça uma fratura.

O exame de Densitometria Mineral Óssea é o exame utilizado para se diagnosticar a doença. Dependendo da quantidade de mineral encontrado por cm2 o exame será classificado como osso normal, osteopenia ou osteoporose.

A resistência óssea é determinada pela quantidade de osso adquirida ao longo da vida, juntamente com características individuais como hereditariedade, microtraumas e hábitos de vida.

O pico de massa óssea é atingido por volta dos 30 anos e por isso é extremamente importante que crianças e jovens mantenham um estilo de vida ativo e com uma alimentação equilibrada.

A partir dos 30 anos é necessário preocupar-se com a manutenção desta massa óssea.

O tratamento da osteopenia e da osteoporose será orientado inicialmente pelo médico que poderá ou não indicar o uso de medicamentos ou suplementos vitamínicos, que atuarão, em geral, protegendo o osso, aumento a absorção do cálcio ou inibindo sua perda.

O exercício fará um papel muito importante neste tratamento já que a contração muscular e descarga de peso realizada durante o exercício estimulam a ação das células formadoras de osso (osteoblastos) e contribuem para o seu fortalecimento.

Por outro lado, exercícios mal orientados ou inadequados tornam-se perigosos devido ao risco de fraturas.

As pesquisas mostram que devido à fragilidade óssea, a maioria das fraturas ocorre pelo estresse das atividades cotidianas e à medida que a doença progride, o osso fica tão vulnerável que pode fraturar-se espontaneamente.

Assim como a musculação ganhou popularidade nos anos 1990 como sendo um ótimo recurso para os idosos, o Pilates ganhou bastante notoriedade nos últimos anos e vem sendo indicado por médicos como opção para seus pacientes com osteoporose.

A explicação está no fato de ser uma atividade orientada, que trabalha a força muscular e a flexibilidade de forma segura, dentro das possibilidades e limitações individuais, permitindo descarga de peso e tração suficientes para estimular o fortalecimento ósseo.

A pergunta que deve ser feita é se o Pilates é seguro para pacientes com diagnóstico de osteoporose estabelecido e história prévia de fraturas.

Para que seja seguro, o instrutor de Pilates teve ter conhecimento sobre osteoporose, sobre os tipos e locais de fraturas mais comuns, que pacientes pertencem ao grupo de risco e, sobretudo identificar as posições de risco para poder adaptar os exercícios.

Para os pacientes que já apresentam osteoporose, os exercícios de flexão de tronco são os que apresentam o maior risco de fraturas vertebrais, seguidos dos de inclinação lateral e de rotação combinada com flexão. Já os exercícios de extensão parecem ser os mais seguros. O problema é que geralmente os exercícios de extensão são menos confortáveis e por isso os pacientes tendem a preferir os exercícios de flexão.

Com o conhecimento adequado o instrutor de Pilates irá adaptar os exercícios às necessidades de cada um, modificando os exercícios originais para que se tornem seguros e eficazes.

Uma avaliação cautelosa irá identificar estas necessidades bem como a condição do equilíbrio deste pacientes.

Portanto, como paciente você deve ficar atento aos sintomas dolorosos desagradáveis, alterações posturais e mudança de estatura que possam representar fraturas. Converse com seu instrutor de Pilates e assegure-se de que ele tem conhecimentos suficientes para aplicar a técnica com segurança.

Perceba-se!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s