Bursite Trocantérica: Orientações ao paciente

DSC_0168Nesta semana, dando continuidade ao tema da semana passada, vamos dar algumas orientações para aqueles que sentem dor devido à busrsite trocantérica.

A primeira delas é a busca pelo diagnóstico. Se você se identificou com os sintomas, procure um médico (as espcialidades mais indicadas são a ortopedia ou a reumatologia). O tratamento medicamentoso pode ser necessário e remédios só devem ser tomados com prescrição médica. Além disso, diagnóstico bem definido e medicação correta são “meio caminho andado” para a melhora de suas dores.

Outras medidas são úteis para a condução deste problema, vamos a elas:

1)      Compressas de gelo: bastante úteis no alívio da dor e auxílio na melhora da inflamação. Se você não tiver uma bolsa de gelo, coloque algumas pedras de gelo num saco plástico e coloque sobre uma toalha no local da dor. Nunca coloque o gelo diretamente sobre a pele para não correr risco de queimaduras. Mantenha por 20 minutos. Repita a aplicação 2 a 3 vezes ao dia.

2)      Repouso relativo: na fase aguda quando a dor é grande e persistente, evite esforços desnecessários. Não ande demais, evite subir e descer escadas. Se precisar caminhar, ande devagar e evite fazer as coisas com pressa. Deite para descansar se tiver oportunidade ou pelo menos sente-se ou mude de posição quando seu corpo solicitar.

3)      Posicionamento para dormir: ainda na fase aguda, você sentirá dificuldade para dormir sobre o lado afetado. Caso o faça, utilize coxins de espuma para “forrar” a região, evitando a pressão da bursa em locais rígidos. Se o problema for unilateral procure dormir deitado sobre o outro lado, com um travesseiro entre as pernas. O importante é que o seu joelho fique na mesma altura que seu quadril, evitando a tensão nos músculos laterais da coxa e consequentemente sobre a bursa. Outra opção é dormir de barriga para cima, neste caso coloque um travesseiro sob os joelhos para manter a região lombar confortável.

4)      Posicionamento dos MMII (membros inferiores): muitos dos pacientes com sintomas de bursite trocantérica apresentam uma rotação interna de fêmur, com joelhos valgos (joelhos voltados para dentro); ou ainda quadris largos favorecendo esta rotação interna ou joelhos para dentro. Nestes casos é muito importante observar o posicionamento dos joelhos durante as atividades. Procure manter as coxas paralelas e com as patelas direcionadas para frente durante a caminhada e durante a execução dos exercícios de agachamento. Preste atenção também a esta posição durante posturas estáticas (ficar em pé parado e ao sentar por exemplo)

5)      Evite cruzar as pernas: ao cruzar as pernas ao sentar (especialmente à maneira das mulheres cruzarem as pernas fechadas), o músculo e tendão da região lateral da coxa (banda iliotibial e tensor da fáscia lata), que tendem a estar encurtados, tensionam ainda mais a bursa trocantérica provocando a dor. Quando estiver melhor da dor, procure não retomar este hábito.

6)      Correção da diferença de comprimento dos MMII: caso seja identificado que você tem pernas de comprimento diferentes e que esta é a razão de sua dor, procure um profissional para a confecção de uma palmilha compensatória ou de uma compensação para a altura de seu calçado.

7)      Exercícios: manter a flexibilidade dos músculos encurtados e a força dos músculos que estão enfraquecidos será fundamental para a resolução do problema. Seguem algumas sugestões de exercícios úteis para este caso.

  •  
  • Alongamento da banda iliotibial: deite de barriga para cima,com um dos pés apoiado no chão e a outra perna estendida. Coloque uma faixa (pode ser elástica, ou até mesmo um lençol dobrado várias vezes) passando pela planta dos pé da perna que está estendida. Eleve a perna o máximo que conseguir e cruze um pouco para dentro, sem tirar o quadril do chão. Você deve sentir o alongamento na região lateral da coxa. Mantenha a posição por 30 segundos. Repita do outro lado.
  •  Alongamento do iliopsoas: deite de barriga para cima e coloque uma almofada sob o quadril (ou um rolo, pode ser um edredon ou cobertor enrolado em forma de rolo). A almofada ou rolo devem estar posicionados embaixo do osso sacro e nádegas, não na lombar. Traga um dos joelhos na direção do peito e mantenha a outra perna estendida. A sensação deve ser de alongamento na região da virilha da perna que está estendida. Mantenha a posição por 30 segundos e repita com a outra perna.
  • Fortalecimento de glúteo médio: sente numa cadeira mantendo as pernas paralelas. Amarre uma faixa elástica nas coxas e faça o movimento de abrir as pernas (não precisa abrir muito, não deve provocar dor). Mantenha a posição de abertura por 10 segundos e repita o movimento 10 vezes.

Outros exercícios podem estar indicados para o seu caso, específicos para a sua postura e de acordo com a sua avaliação. Neste caso, um fisioterapeuta deve orientá-lo.

8)      Retorno consciente da prática esportiva: o retorno à pratica esportiva deve acontecer gradativamente de acordo com a melhora dos sintomas. Além da melhora da dor, a melhora da execução do movimento também é esperada (gesto desportivo). Siga as orientações do seu fisioterapeuta e do seu educador físico. A precipitação e o retorno às atividades antes dos hora, pode ser prejudicial.

 

Perceba-se!

Ft. Karina Santaella

Anúncios

6 Respostas para “Bursite Trocantérica: Orientações ao paciente

  1. Estou com bursite troncateriana ,sinto dores há mais de 6 meses, já fiz mais de 50 fisioterapias,3 infiltrações e agora estou fazendo pilates, pois o médico disse que não adianta só aparelhos na fisio e sim alongamento e fortalecimento, por isso estou no pilates, será que tem mais alguma coi
    sa a fazer, pois minha dor está me incomodando, principalmente pra andar. obrigada . aguardo resposta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s