Tensão Muscular

124291-600x402-neckcrampA tensão muscular talvez seja a queixa mais comum entre os pacientes que buscam alívio para dor.

Mas apesar de ser bastante comum, nem sempre as pessoas se dão conta do início da instalação desta tal tensão muscular.

A dor decorrente da tensão muscular pode se manifestar de diversas formas, dependendo da região acometida e da intensidade da tensão muscular.

Pode surgir como um dor aguda e localizada, ou como uma dor difusa e que o paciente tem dificuldade de localizar, às vezes com sensação de formigamento ou alteração de sensibilidade, cãimbras ou fraqueza muscular.

Ela pode estar associada a doenças específicas, muitas delas já citadas neste blog anteriormente, como lombalgias, cervicalgias, fibromialgia, dor miofascial, etc.

Mas pode também ser um sintoma isolado, temporário, decorrente de excesso de atividade muscular ou postura incorreta que leva a uma sobrecarga de determinado músculo, que entra em fadiga e apresenta como consequência um aumento de tensão.

Fisioterapeutas e massoterapeutas percebem facilmente estes pontos de tensão pela simples palpação muscular e podem utilizar diversas manobras específicas para “liberar” estes pontos. O procedimento pode ser doloroso momentaneamente mas costuma trazer um grande alívio após o término da sessão.

Para que o tratmento seja eficaz, é importante entender o que é de fato esta tensão muscular. Ao entender o mecanismo de instalação da dor, cada paciente pode identificar que fatores levaram a isso.

O tratamento pode ser apenas sintomático e agudo, e então o paciente irá procurá-lo a cada vez que a dor surgir. Mas acredito que o mais importante seja buscar a solução mais eficaz e permanente, mesmo que ela demore um pouco mais.

Para entender o mecanismo de instalação desta dor, podemos dizer de maneira bem simplificada que, um músculo contrai e relaxa alternadamente durante a realização das diversas atividades funcionais. Este músculo é composto por diversas partes menores e várias substâncias e estruturas são responsáveis por reste mecanismo de contração-relaxamento.

Após uma condição de atividade muscular intensa, ocorre uma alteração no mecanismo de funcionamento normal do músculo: maior necessidade de ATP, diminuição do aporte sanguíneo por compressão de vasos musculares e posteriormente a liberação de substâncias que estimulam a atividade do sistema nociceptivo responsável pela dor.

A consequência disto é a formação de uma banda tensa, que é sentida como um “nó de contração muscular”, ou seja, um ponto do músculo no qual a contração permanece,  perceptível ao massageamento da região.

Esta atividade muscular intensa pode acontecer por um trauma localizado, uma exigência muscular fora do habitual (como o início de uma nova atividade, ou intensificação de treinos), postura incorreta (alterando a biomecânica e levando ao uso maior de determinados grupos musculares), repouso insuficiente e sono não restaurador (que não permitem que o musculo descanse) e até mesmo situações de medo, raiva e ansiedade, que acabam refeltindo no sistema muscular.

É muito provável que um mesmo indivíduo possa ter mais de um destes fatores associados e cabe a cada um identificar o que pode ser modificado.

Quanto ao tratamento, dores mais intensas podem necessitar de medicamentos analgésicos e relaxantes musculares prescritos pelo médico.

Para desfazer as bandas tensas ou pontos de tensão, podem ser utilizados diversos recursos como massagem, criomassagem, aplicação de de calor local, ultrassom no ponto de tensão e alongamento do músculo contraído.

Após a melhora da fase aguda é fundamental restaurar os desequilíbrio musculares e posturais que desencadearam o problema, desta forma diminuimos a chance de retorno do problema.

Perceba-se!

Ft. Karina Santaella

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s