Acabou o Carnaval: pronto para (re)começar a praticar exercícios?

atividadefísicaJá é mês de março, o Carnaval terminou e agora podemos nos concentrar novamente nas nossas atividades rotineiras.

O calor também diminuiu e portanto, acabaram-se as desculpas para não iniciar (ou retomar) uma atividade física.

Mas se o que te impede de começar uma atividade são as dores, então é hora de fazer uma avaliação para identificar se existe um problema ou se essas dores estão ligadas ao sedentarismo.

A falta de movimentação do corpo, bem como o envelhecimento são responsáveis por algumas alterações como diminuição da flexibilidade muscular, maior rigidez nas articulações, e diminuição na lubrificação natural das cartilagens. Além disso, diminuição a coordenação motora e habilidade de realizar movimentos ou tarefas complexas.

Isso sem contar no descondicionamento físico sentido principalmente no sistema cardiovascular (como aquela sensação de ter o coração saindo pela boca após subir rápido um lance de escadas).

É natural que nessa época do ano as pessoas se sintam motivadas a (re)começar a prática de atividades e por isso deve haver um cuidado com os excessos e com as características individuais que podem contraindicar certas atividades ou limitar sua prática.

Isso significa que é hora de procurar um médico para fazer uma avaliação cardiológica caso nunca tenha feito. Ele poderá identificar anormalidades que contraindiquem o exercício ou orientá-lo quanto ao melhor exercício a ser praticado bem como sua intensidade.

Da mesma forma, se algumas dores te acompanham há alguma tempo, consultar um reumatologista ou um ortopedista irá ajuda-lo a identificar se existe uma doença articular ou lesão musculotendínea que está provocando esta dor.

As alterações posturais podem também resultar em muitas dores físicas e algumas delas não são explicadas pelos exames de imagem. Consultar um fisioterapeuta irá ajudá-lo a conhecer seu corpo e identificar fatores nocivos nas suas atividades de vida diária.

Além disso, preste atenção aos efeitos do exercício no seu corpo. É comum surgirem dores após o exercício, no entanto são dores localizadas nos músculos envolvidos na atividade e de curta duração (devem diminuir até 48hs após o exercício). Geralmente são sentidas durante o movimento e melhoram ao repouso. Essas dores são resultantes de alterações fisiológicas próprias da adaptação ao exercício e irão variar de acordo com a intensidade da atividade.

No entanto deve haver uma atenção especial caso a dor persista por mais de 3 dias, se houver sinal de inflamação local (presença de aumento de temperatura, inchaço e comprometimento da função). Neste caso pode ter havido lesão.

Não desnime! Preste atenção aos detalhes, seja prudente na hora de escolher a modalidade apropriada à sua condição e principalmente, siga as orientações de seu professor.

Pular etapas ou querer “descontar o atraso” pode trazer consequências nocivas ao seu corpo. Seja persistente e não desista de seus objetivos!

Perceba-se!

Ft. Karina Santaella / Crefito-3/ 17051-F

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s