Esporão de calcâneo X Fasciíte plantar. Qual a diferença?

foot_plantar_fasciitis_anat01.thumbnail[1]Você já deve ter ouvido reclamações ou sentido dores na sola dos pés em algum momento, não é mesmo? Pois bem, estima-se que estas dores acometem 10% da população em alguma fase de suas vidas.

A forma mais comum deste tipo de dor pé é causado pela fasciíte plantar que se caracteriza por processo inflamatório uni ou bilateral da superfície plantar do pé (fáscia plantar – tecido conjuntivo que é responsável pelo suporte do arco do pé), com alteração de sensibilidade e dor à palpação na região, especialmente à descarga de peso no primeiro passo após tempo prolongado de repouso, como dito em post anterior neste blog sobre fasciíte.foot_plantar_fasciitis_intro01.thumbnail[1]

A dor é geralmente forte, aguda, com sensação de agulhada e limitante. E é mais comum entre obesos, gestantes no último trimestre de gestação ou no aleitamento, em pessoas com o arco do pé mais plano ou rígido, pé em pronação e entre corredores de longas distâncias ou que exageraram em seus treinos.

220px-Calc_spur[1]Já o esporão de calcâneo é uma formação óssea reativa em forme de espora que ocorre no osso calcâneo proveniente de um maior atrito na região. O esporão pode ser inferior, que ocorre na parte inferior do osso calcâneo ou superior, que se desenvolve próximo ao tendão de Aquiles no tornozelo. O mais comum é o inferior, que pode ser diagnosticado por imagem de RX, enquanto que o superior pode ser mais facilmente observado a olho nu.

Acredita-se que a dor não esteja relacionada diretamente ao esporão, mas sim ao comprometimento causado por ele nas regiões adjacentes, como no músculo flexor curto dos dedos.

Assim como na fasciíte plantar, os casos de esporão são mais comuns entre obesos, gestantes, pronadores e corredores de longas distâncias, porém também é comum em pessoas diagnosticadas com espondilite anquilosante, que é uma doença hereditária de inflamação articular sistêmica e limitante.

Alguns estudos apontam o esporão como uma consequência natural da fasciíte plantar, mas apenas 50% das pessoas diagnosticadas com fasciíte plantar apresentam esporão e em contra partida, 10% das pessoas que não apresentam dor alguma no calcanhar aprestam o esporão assintomático.

O tratamento nos dois casos é geralmente conservador, onde o fisioterapeuta faz uso de recursos terapêuticos, como: gelo, calor ou contraste entre as duas temperaturas.  A massagem local suave manual ou com auxílio de uma bolinha também é comumente utilizada, assim como a criomassagem (massagem com gelo), a bandagem funcional, o alongamento da musculatura posterior da perna e da planta do pé, o Ultrasom terapêutico ou o Laser.

Outro ponto importante do tratamento da fisioterapia é a orientação sobre o uso de calçado adequado, de palmilhas que ajudem na melhor distribuição de cargas no pé com suporte no arco plantar ou o uso de Split noturno, que é uma palmilha especifica de posicionamento do pé em alongamento da musculatura posterior da perna utilizada durante a noite.

A acupuntura e a eletro acupuntura também têm se mostrado eficientes, assim como a terapia por meio de ondas de choque.

Em alguns casos é necessário associar ao tratamento fisioterapêutico o uso de medicamentos anti-inflamatórios ou da toxina botulínica, deixando para última possibilidade a indicação de cirurgia, pois nem sempre os resultados apresentados são satisfatórios.

Se você apresentar algum sinal descrito acima, procure um médico e faça a fisioterapia corretamente. Ninguém deve aprender a conviver com a dor e menos ainda ficar limitado em suas atividades cotidianas, como andar, por exemplo.

Perceba-se!

Ft. Ana Paula Pessanha

Crefito 3 / 16.358 – F

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s