Qual é a importância dos braços na corrida?

image006[1]Quando se pensa em corrida, logo vem à cabeça o condicionamento físico, o emagrecimento e pernas mais torneadas. Porém, esta atividade física é mais complexa que isso.

Além de pernas fortes e respiração adequada, a corrida exige de seu atleta, uma postura adequada, movimentos coordenados de braços e pernas e condicionamento cardiorrespiratório.

Seja para melhorar o desempenho ou para evitar lesões, um programa de exercícios de fortalecimentos complementares tem se mostrado necessário, como já discutido em post anterior.

Mas você deve estar pensando: “O que os braços têm a ver com isso”?

E a resposta adequada é MUITO!

Durante a caminhada, os braços fazem movimentos pendulares para frente e para trás coordenados e opostos aos movimentos das pernas, tornando a marcha equilibrada e estável. E na corrida ocorre o mesmo, porém os braços tem uma participação mais ativa, tentando manter a estabilidade e harmonia mesmo durante atividade mais vigorosa.

Se você já corre, em algum momento deve ter escutado para deixar os ombros mais relaxados ou para fazer movimentos pendulares com os braços, evitando cruzá-los à frente, por exemplo.

Estes movimentos cruzados à frente do corpo, causam uma torção inadequada na linha de cintura que pode levar a lesão da coluna lombar ou simplesmente piorar a sua “performance”, diminuindo seu ritmo.

Num treino de subida, experimente fazer movimentos mais vigorosos de vai e vem com os braços e vai perceber como eles ajudam na tarefa. Assim como em treinos de velocidade, onde os braços também tem papel impactante nos resultados.

Desta forma, fica claro que os braços tem TUDO a ver com a corrida, não é mesmo?

E qual é o posicionamento adequado?

Os cotovelos devem estar flexionados em 90º aproximadamente, com ombros relaxados e braços próximos ao corpo. O movimento deve ser pendular para frente e para trás, evitando cruzar à frente do corpo ou pedalar com as mãos.

Estes movimentos dos braços precisam ser coordenados com os movimentos das pernas e respeitar o ritmo das passadas, o que o faz mais ou menos ativo dependendo do exercício proposto.

Faça o teste e se surpreenda com os benefícios de associar os braços ao gesto da corrida.

Perceba-se!

Ft. Ana Paula Pessanha

Crefito 3 / 16.358 – F

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s