O Pilates e a lombalgia

pilatesOs efeitos do Pilates já são bastante conhecidos e a modalidade já faz parte da rotina de muitas pessoas de várias idades.

Muitos médicos também já prescrevem o Pilates como tratamento para dores musculoesqueléticas e em especial para as dores nas costas.

É importante destacar que não se trata de modismo e que diversos estudos já foram realizados para verificar a eficácia deste método de exercícios.

Dentre os benefícios do Pilates observamos a melhora da força muscular global, com ênfase nos musculos do centro do corpo ou “core”, que correspondem aos músculos abdominais. Por se tratar de um exercícios do tipo excêntrico, este ganho de força acontece sem o aumento demasiado dos músculos, apenas com a melhora do tônus.

Os exercícios são realizados com uma preocupação com a correção postural e estimulando as grandes amplitudes de movimento, o que favorece a melhora da flexibilidade.

Portanto não é à toa que o método começou a ser um dos ecolhidos para o tratamento das lombalgias.

Um estudo recente realizado por um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo e publicado na Revista Clinical Reabilitation em junho deste ano, mostrou a eficácia do método Pilates em um grupo de pacientes com dores crônicas nas costas.

Sessenta pacientes foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Ambos os grupos mantiveram o tratamento medicamentoso com antiinflamatórios não esteroidais sendo que um deles foi submetido a sessões de Pilates e o outro não.

Os grupos foram acompanhados durante 6 meses e os resultados mostraram que o grupo que foi submetido aos exercícios de Pilates ficou melhor do que o grupo que tomou apenas medicamentos nos aspectos dor, função e qualidade de vida (nos domínios capacidade funcional, dor e vitalidade). Outro benefício observado foi que em função dos exercícios o grupo de indivíduos que praticou Pilates tomou menos medicamentos do que o outro grupo.

A realização de estudos como esteé fundamental e vem confirmar o que observamos na nossa prática diária, oferecendo mais segurança aos seus praticantes.

Devemos lembrar no entanto da importância de uma avaliação apropriada para a identificação de sintomas, bem como das capacidades e dificuldades individuais.

Perceba-se!

Ft. Karina Santaella / Crefito-3 -17051-F

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s