O exercício e a melhora da concentração

memoriA falta de memória e a dificuldade de concentração deixaram de ser características de pessoas mais velhos e tem sido muito mais frequentes entre adolescentes e adultos.
Recentemente fiquei bastante surpresa ao notar que grande parte de meus alunos na universidade, todos na faixa dos 20 anos de idade, apresentavam uma pontuação mais biaxa do que o esperado para seu nível de escolaridade em um instrumento específico para avaliação da capacidade cognitiva. Os itens comprometidos estavam justamente realcionados à atenção e memória.
Isso nos levou a alguns questionamentos quanto ao estilo de vida atual e nos fez refeltir sobre o que deixamos de fazer e como isto pode afetar nossas vidas.
A memória depende totalmente da atenção, e esta atenção está sendo solicitada para um grande número de tarefas simultâneas. Me parece que o resultado disso é que acabamos não dando a atenção necessária para nenhuma delas.
Obviamente a tecnologia interferiu na maneira como vivemos e como recebemos as informações.
Ao invés de abrirmos o jornal, abrimos o tablet e lemos as manchetes. Curtimos as publicações compartilhadas por amigos apenas por ler os títulos, sem ao menos avaliar o conteúdo.
Percebo que meus filhos tem pouca paciência para ler algo longo ou permanecer muito tempo parados para completar uma tarefa.
As conquistas tecnológicas são importantes e não podemos deixar para trás o progresso conquistado. No entanto, não podemos retroceder e prejudicar nossa saúde por conta disso.
As estatísticas nos mostram o aumento da população idosa nas próximas décadas e me pergunto como nossos jovens serão quando forem idosos? Melhores ou piores do que nossos pais?
O exercício físico pode ser um aliado na conquista dessa atenção e memória. Várias atividades lúdicas e com estímulos cognitivos já são realizadas com indivíduos idosos.
Porém acredito que esses estímulos devam ser oferecidos sempre, em todas as faixas etárias.
Não estou falando no entanto em exercícios feitos de maneira automática e sem preocupação com a consciência corporal.
A concentração é um dos princípios do método Pilates, o que determina que o exercício deva ser feito com o máximo de cuidado, observando-se todos os detalhes e corrigindo o que for necessário. É um momento em que o indivíduo permancerá focado em um tarefa e afastará outros distratores.
As atividades esportivas, com objetivos determinados também estimulam a concentração.
Portanto exercitar-se conscientemente também é um estimulo ao cérebro. Estimular a coordenação motora, a consciência corporal, conceitos de lateralidade (direita e esquerda), persistência e finalização de tarefas são propostas possíveis nas atividades físicas e de reabilitação.
Assim como as habilidades motoras, a concentração também pode ser treinada e o exercício fisico pode ser seu aliado.
Portanto a palavra da semana é FOCO! Pense em movimentar-se hoje para garantir qualidade de vida no futuro.
Perceba-se!
Ft. Karina Santaella / Crefito-3/ 17051-F

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s