É seguro copiar exercícios da internet?

pilatescollageSe você tem um tablet ou um smartphone é bem provável que você utilize mais de uma rede social. Talvez siga pessoas e empresas interessantes no Instagram, Facebook ou Twitter, colecione videos e fotos no Pinterest, leia blogs de assuntos de seu interesse ou utilize ainda outras redes sociais ou aplicativos que tornam nossa vida muito mais rica e divertida.

Eu sou uma dessas pessoas, que olha as redes sociais várias vezes ao dia, e me atualizo de muitos assuntos através delas.

E foi justamente através das redes sociais que tomei conhecimento de dois fatos que motivaram minha publicação de hoje.

Soube através do Facebook, que uma das revistas mais importantes da área de Pilates vem recebendo críticas por publicar fotos de praticantes do método realizando exercícios variados, sem a preocupação de orientar a execução dos mesmos (é isso o que vemos nos inúmeros perfis de studios e praticantes de Pilates no instagram, por exemplo).

Dentre os diversos comentários, em sua maioria de intrutores do método, a respeito da publicação da revista, li alguns bem interessantes que destacaram a responsabilidade da revista como veículo de comunicação de grande alcance e que por essa razão deve se preocupar com qualquer coisa que seja publicada na mesma. Uma das leitoras comentou por exemplo sobre o fato de uma jornalista de Recife que se acidentou após tentar realizar um exercício de fitness em que deveria ficar de cabeça para baixo. A jornalista teve uma lesão em sua coluna vertebral e ficou um ano sem caminhar.

Busquei a informação na internet pois não queria ser leviana de citar uma história que não tenho certeza se é verdadeira ou não, mas não encontrei.

De qualquer maneira, o exemplo serve de alerta para nós profissionais da saúde, mas principalmente para todo e qualquer cidadão que “consome” as informações veiculadas no meio digital.

Basta buscar um tutorial sobre qualquer assunto no Google e recebemos uma lista de opções de materiais feitos às vezes por profissionais da área, mas muitas vezes por curiosos e leigos que se pôe a falar de determinado assunto. Quem nunca seguiu o passo-a-passo de uma receita ou de uma técnica de maquiagem por exemplo?

Como me contou uma amiga jornalista, blogueiras estão fazendo revistas fecharem suas portas e os ídolos da internet são os verdadeiros formadores de opinião.

Quando se trata de saúde a coisa pode ficar muito séria, e como não podemos fechar os olhos para essa realidade, precisamos refletir sobre o assunto.

Um exercício compartilhado nas redes sociais não leva em consideração as limitações individuais, possíveis limitações e dificuldades por falta de aptidão física ou condição clínica de uma pessoa.

Como profissionais sérias, nós da FisioStudio vamos continuar incentivando a prática responsável da atividade física orientada por profissionais especializados. O conteúdo dos nossos posts é fruto de conhecimentos adquiridos ao longo de nossa formação acadêmica e experiência profissional.

Como cidadãs, achamos importante a crítica e o bom senso na hora de colocar em prática uma dica compartilhada na internet. Existe um material vastíssimo disponível on line, alguns realmente interessantes, mas precisamos ter olhar crítico e discernimento para selecionar o bom do desastroso.

Reflita, avalie e perceba-se!

Ft. Karina Santaella

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s