A mulher e os cuidados com a saúde

Foto de Anderson Guerra no Pexels

No próximo do 08 de março comemoramos o Dia Internacional da Mulher. A data escolhida para celebrar as conquistas sociais, políticas e econômicas conquistadas pelas mulheres deve reforçar a necessidade da luta pela igualdade de gênero.
É fato que mulheres ainda tem salários mais baixos do que os homens exercendo os mesmos cargos, estão concentradas em profissões menos valorizadas, ainda são minoria em cargos de decisões políticas e econômicas.
É lamentável termos notícias diárias de feminicídio, violência doméstica, abuso sexual, psicológico e constante desvalorização da mulher.
Grande parte dos lares brasileiros são mantidos por mulheres que exercem jornada dupla ou até tripla, conciliando de forma habilidosa mas exaustiva a obrigações profissionais e a rotina doméstica e de criação dos filhos.
É importante ressaltar no entanto que nessa busca pela igualdade de direitos, devem ser respeitadas as diferenças fisiológicas e portanto a vulnerabilidade de cada gênero ao surgimento de determinadas doenças.
O conhecimento do próprio corpo é o primeiro passo para o entendimento do prazer, do desejo e das mudanças corporais que acompanham as mulheres ao longo da vida.
Conhecer o corpo ajuda a prevenir doenças. O autoexame das mamas deve ser realizado com regularidade, bem como as visitas ao ginecologista e a realização dos exames de rastreamento de câncer de colo de útero e de mamas.
Deve-se ficar atenta aos riscos cardiovasculares associados aos métodos contraceptivos escolhidos e ao estilo de vida adotado.
É fundamental ter os direitos assegurados em caso de gestação e maternidade, bem como deve ser respeitada a opção de não ter filhos.
A atenção à saúde mental da mulher é de extrema importância, levando em consideração a influência de fatores hormonais associadas às demandas sociais e econômicas e às alterações decorrentes do envelhecimento.
O cuidado com a saúde da mulher portanto, não deve se restringir às questões reprodutiva e sexual, mas a todo o contexto sociocultural em que está envolvida.
Que tenhamos muitos motivos para comemorar o Dia Internacional das Mulheres!

Karina Santaella da Fonseca Lopes de Sousa

Fisioterapeuta / Crefito-3/ 17051-F

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s