Crianças / Adolescentes X Covid-19

Antes da paralização pela Covid-19, nossa preocupação com as crianças era a de equilibrar escola, atividades ao ar livre, atividades esportivas, jogos eletrônicos e outras brincadeiras com horas suficientes de sono.

Essa tarefa não era fácil, pois tínhamos o desejo de fazê-los competitivos, felizes e ativos e oferecíamos tantas oportunidades que eles acabavam estressados, lembram?

Ano passado tudo ficou diferente. Aulas online, clubes, parques, academias e playgrounds de condomínios fechados, sem contato pessoal com amigos e familiares além de todo o tempo de vida digital.

Observamos nessas crianças um enorme aumento de casos de depressão, obesidade, estresse, dores de cabeça, isolamento e tristeza.

Começou 2021 e pensamos que as coisas iriam melhorar, mas 1 mês após o retorno das aulas, tudo parou novamente.

Precisamos cuidar dessas crianças com o maior cuidado e carinho possível, não acham? URGENTE.

Mas, como?

Não tenho essa resposta, mas como mãe de adolescentes, tenho uma enorme preocupação de como posso ajudá-los a passar por mais esse período sombrio.

Seguem abaixo alguns pontos que considero importantes.

A rotina traz calma, acolhimento e segurança, então manter a rotina de estudos orientada pela escola, mesmo quando não têm aulas síncronas, assim como os horários do acordar, alimentar-se e dormir o mais próximo possível do habitual, irá ajudá-los a manter a mente calma e organizada.

Uma alimentação balanceada, rica em nutrientes, saudável e variada, irá ajudá-los dando energia para enfrentar esses tempos esquisitos.

Chá calmante, copo de leite quente, leitura ou meditação guiada antes de deitar-se podem ajudá-los a se desconectarem e adormecerem mais rapidamente e melhor, pois uma noite bem dormida recarrega as energias e nos ajuda a vencer nossos desafios diários, concorda?

Outra coisa importante é prestar atenção ao ambiente de estudo. A cadeira está adequada? A iluminação é boa? A postura dele está correta? Sofremos, como adultos, com essas questões quando fomos colocados a trabalhar de casa, não fomos? Mas, tivemos a mesma preocupação com nossos filhos?

A mesa adequada à cadeira e ao tamanho da criança, lugar com boa ventilação, iluminação correta e silêncio ajudam e muito na concentração, diminuem risco de dores nas costas e dores de cabeça, por exemplo.

Estimular momentos de descanso do mundo virtual, propondo atividades, como: leitura, jogos de tabuleiro (preferencialmente em família), bater bola na quadra do prédio (caso permaneça aberta), montar quebra-cabeças ou lego, relaxam e favorecem momentos de maior convívio e socialização, que foram tão abalados com essa pandemia.

Convidá-los a realizar alguma atividade física sozinho ou em família, estimula o gasto de energia acumulada, o convívio familiar, diminuindo o estresse emocional e melhorando a qualidade do sono.

Mas como, se tudo está fechado?

Existem inúmeras aulas de Yoga, Pilates e Treino Funcional, entre outras rolando de modo virtual hoje em dia pós isolamento, só para citar algumas possibilidades. Mas, você pode optar também por caminhadas ao ar livre ou andar de bicicleta com seu filho pelo bairro. Deste que usem sempre a máscara, é claro.

Mas, caso nada disso seja suficiente, não hesite em pedir ajuda.

Conte-nos aqui sua experiência pessoal, vamos passar por isso juntas?

Perceba-se! Perceba seus filhos!

Ft. Ana Paula Pessanha Marques

Crefito 3/ 16.358-F

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s